segunda-feira, 30 de julho de 2018

Evoluir dói


 As vezes,evoluir dói imenso. Ninguém evolui vivendo em zona de conforto. O que dói não é a evolução em si..mas o apego  à condição anterior. Á tendência do homem é continuar onde já se conhece, mesmo que seja ruim. O conhecido ilude a pessoa de que ela saiba como lidar com a situação. Sofre quem resiste. Eu Patrícia,já perdi as contas de quantas vezes recomecei. Seja pela vida profissional ou vida pessoal. Aquilo que por um tempo parece ser o nosso caos... pode ser só a transição, (a limpeza interna) nos convidando ao encontro com nossa divindade. O Despertar... o Renascer! A gente vive para controlar as coisas e não as coisas controlar a gente. Até onde isso é verdade? A razão nos mostra que devemos controlar tudo... mas não controlamos nem a nós mesmo!  Penso que, se fizermos e  agirmos  sempre com o melhor da gente,o universo responderá com o seu melhor para nós. ..Estou ansiosa por uma mudança. Assim que der certo,conto!Não tenham medo de mudanças queridos! Boa semama,com amor!❤








13 comentários:

Ilaine disse...

Lindo demais!
Tocou fundo!

As fotos... dessa casa bonita, estão demais!

Boa semana!

Os olhares da Gracinha! disse...

Também gosto de RECOMEÇAR!
Belos e aconchegantes olhares!!!
bj

Os olhares da Gracinha! disse...

Também gosto de RECOMEÇAR!
Belos e aconchegantes olhares!!!
bj

Francisco Manuel Carrajola Oliveira disse...

Concordo com a minha amiga e ás vezes é preciso um pouco de coragem.
Um abraço e boa semana.

Andarilhar
Dedais de Francisco e Idalisa
O prazer dos livros

Val disse...

Bonito texto, Patrícia, muito verdadeiro. Sair do nosso conforto exige esforço, determinação. Recomeçar é muito bom, mas exige coragem, é uma tela em branco que se apresenta. Tudo de bom para ti, que teus sonhos se tornem realidade. Beijos.

Rejane Tazza disse...

Palavras tão verdadeiras as tuas. Adorei e vamos esperar pra ver! Lindas fotos! bjs, chica

marcia martins disse...

Bom dia, sempre acompanho seu blog. mas não sou de fazer comentários.
O que vc escreveu, tocou-me demais. É o que estou vivendo e com muito medo de deixar essa mudança acontecer. Obrigada por suas palavras, pelas flores e lugares maravilhosos que sempre me encantam. bjs

Betty Gaeta disse...

Oi Patrícia,
Suas palavras bateram fundo em mim, pois estou numa fase de mudança, e eu tive que escolher mudar, mas para poder me libertar, tive que largar mão de bens preciosos. Está doendo, está machucando, mas concluí que se algo ou alguém não nos faz bem, é melhor nos afastarmos.
Espero que sua mudança seja tranquila e para melhor.
Beijos

Prata da casa disse...

Muito bem dito, Patrícia! Muitas vezes temos medo das mudanças por nos termos habituado a situações que, nem sempre são satisfatórias. Força aí!
Bjn
Márcia

O meu pensamento viaja disse...

É preciso determinação e coragem para deixar a nossa zona de conforto. Já mudei muito, muitas vezes. Se bem ou mal, não sei, Sei que a vida se encarregou de me conduzir.
Atualmente desejo permanecer, em paz, onde me encontro, mas ninguém sabe o que o amanhã nos reserva. Beijo grande, querida Patrícia.

Liliane de Paula disse...

Hoje lembrei de vc porque fui numa Loja (Etna) que me lembra a Ikea.

Não gosto de grandes mudanças. Mas se forem necessárias, sigo em frente sem nem lembrar o que deixo para trás.

Denise disse...

Bela reflexão!
Linda casinha, muito aconchegante e de bom gosto! Amei!
Bjs e ótima semana!
http://dedeartes-denise.blogspot.com

Júlia Marques disse...

Muito verdadeiro! Sou muito resistente em algumas situações. Mas seguimos aprendendo. Mudar é preciso.

Grande beijo.