sábado, 30 de outubro de 2010

Cá na Bélgica o castelo de Axel Vervoordt

É um antiquário , um mundo maravilhoso onde quase tudo está à venda.
Axel Vervoordt é decorador e negociante de arte e antiguidades.
Adepto da filosofia da estética zen,ama a arte contemporânea das esculturas arcaicas, ele admite uma fraqueza, pela doçura do estilo barroco.
No salão esta a velha fortaleza medieval que continua cheia de graça, é la que Axel Vervoordt expõe quadros famosos, mobiliário, obras de arte, talheres em ouro e prata e pratos, escandalosamente opulento nada simples.
No vestuário, uma taça de prata maciça soco irlandês Christopher Hardwick datada de 1703.
Uma sala verde com plantas e laranjal é o local do castelo favorito do ocupante.
As paredes decrépitas em gesso e piso original de tijolos formam o pano de fundo para o grande lustre de pingentes todo em cristal. Sofá e cadeira Louis XV e Piemonte décimo oitavo Regency s coberto com um pano "Home Collection", assinada Axel Vervoordt.
É nesta sala cheia de laranjal que Axel faz suas pausas para um café e leitura.
Biblioteca uma réplica de carvalho do palácio episcopal de Liège (século XVIII Bélgica), é dedicado às obras de arte contemporânea .
As dependências da cozinha é outro exemplo coexistente de estilos e épocas, numa atmosfera autêntica. A qualquer momento, é aberto a funcionários e clientes de passagem para um lanche em uma mesa rústica como na região de Bordéus, no século XIX..
Acima da pia de pedra azul belga, uma reunião dos antigos azulejos holandeses.
Sobre uma mesa, um serviço em azulejo espanhol e um cata-vento na décima nona grés provençal. Como o espaço aqui, quase tudo está à venda, Axel Vervoordt teve que se acostumar com o amor efêmero. Nem possessivos, nem ciumento, ele com partilhou seus resultados com os clientes ao redor do mundo, constantemente inventando encontros harmoniosos para criar atracão e tentação.Atualmente está a domar seus objectos recolhidos em todo o mundo, mostra.os, vendedo-os,as vezes só guarda.
Na Casa de Banho Real, o retrato de uma filha do rei George III da Inglaterra .
O castelo da família Vervoordt abre ao público por 3 fins de semana (primeira semana de Junho, o último de Novembro e primeiro de Dezembro), todas as partes do castelo, as dependências e jardins, onde todos os objectos, móveis e pinturas, ou quase todos, estão à venda ..
Entrada 10 € com visita gratuita para o castelo e jardins.
Durante o restante do ano, visitas só unicamente do anfitrião .
ESTÁ LOCALIZADO:
St Jobsteenweg 64, 2970 's-Gravenwezel. Belgique. Tél.: 00 32 (0)3/658 14 70.
















































































5 comentários:

Cristina Valluy disse...

Que lindo castelo Patricia. Me deu vontade de ter uma arvore dentro de casa..

Estou indo para o Norte, pois meu marido tocara no Gibus em Laon hoje a noite. Estarei pertinho de você...

Beijos e um lindo domingo

Ana Maria disse...

oi Patricia

Que lindoooooo!!!
não parece ser opulento demias, está no ponto, que sonho de cosntrução....
temos o sonho de um dia passear na europa e ver os castelos de perto...coisa que pra gente é só de filmes, e esse dia ianda vai chegar.... bjus amiga

Bela disse...

Me encantam os castelos, Patricia! Esse é belo e cheio de charme. A última foto é belíssima!!!
A Europa é tão repleta de belezas que uma vida só é pouco para conhecer tudo!!!

Querida, aproveite sua festinha com o lindo João. Divirtam-se muito!! Como muitos docinhos e cupcakes e brigadeiros (se tiver) e pipoca!!!!

Um delicioso início de semana para vcs!!! Bela.

simplesmente....fascinante disse...

Patrícia, não é emocionante ter por perto castelos.?..eles passam um quê de mistérios e guardam em si tantas histórias. E a Europa é cheia deles...me dá mais vontade de viajar e conhecer.
Esse com certeza tem a sua própria história.Gostei dele...
Bjs.
Mari


Ps: Domingo um pouco nublado mais bem quente. Dia de votação....

Katia Bonfadini disse...

Que castelo maravilhoso! Amei a primeira foto com as janelas iluminadas à noite... ai, que delícia de lugar! Bjs!