quinta-feira, 30 de Outubro de 2014

Seis meses depois do meu acidente

"Embora neste momento eu possa estar sofrendo e a minha compreensão não me esclareça - silencio e espero. O tempo se encarregará de me mostrar que tudo que nos acontece é útil e necessário. Tudo é criação divina, tudo é perfeito do jeito que é."(Claudia do livro a lavanda como caminho)

Quanto eu tinha 9 anos,eu lir o livro Pollyanna(Eleanor H. Porter)
 e com ela aprendir a fazer o jogo do contente,Quem já leu sabe o que estou a falar... E eu confesso a voces que  sou super positiva,vejo sempre o lado bom em tudo,não perco minha fé por nada,não perco nunca minha paz e alegria de viver,mas não amo meu trabalho. Isto me  inquieta,me  deixa reflexiva,pois eu bem sei que sem amor ,por mas que eu me esforçe,não terei suceso.No dia 29 de Abril,2014,dia do meu acidente,eu sair de casa e disse a Deus,senhor dai-me força e coragem,já não suporto mas.Falando um pouco da minha vida profissional,eu fiz segundo grau no Brasil de contabilidade e universidade de Administração de empresa,estudei inglês na Cultura Inglesa.Trabalhei em shoping,fui gerente de lojas super legais em Salvador,trabalhei em revenda de automóveis na parte contábil e fui empresária,sócia de meus irmãos e tive um atelier de bijus.Quando imigrei para Portugal,trabalhei como gerente de uma loja linda,no sul ,no Algarve e fui muito feliz lá profissionalmente. Mas a crise começou a  se instalar em Portugal e marido teve uma proposta melhor de trabalho e eu claro,aventureira como sou,nao pensei duas vezes em imigrarmos para Bélgica. A Bélgica fala duas linguas,o Francês e o nerlandês.Quando cheguei cá,eu só sabia dizer merci ,sabia inglês e achava que com ele safava-me. Engano meu,pois vivo na região Francofonica,pessoas quase não falam inglês. Marido domina o inglês e já sabia o francês.Depois de 6 meses que o marido estava cá,eu e João vinhemos.Cheguei em Outubro e nevava muito,foi a primeira vez que vi neve,tudo para mim era lindo e assustador,o medo e a aventura novamente  no meu coração.Então,6 meses se passa,João já na escola e eu  a estudar francês e resolvir procurar um trabalho. Eu não falava bem  o francês e ninguém me entendia ,até que um dia fui parar em uma empresa de titre services(contracta pessoas para limparem casas,passar roupa,fazer companhia a idosos e fazer comida) e lá no primeiro dia falando em inglês,a patroa super simpática,Angolana,me perguntou:mas voce com tantas experiencias quer mesmo trabalhar aqui ? Eu disse sim,quero muito. O salário por hora 4 vezes melhor que Portugal,horarios flexivos,recebia cheque alimentação e eu respirei e assinei o contracto.Naquele momento, fiz um voto de coragem  comigo mesmo. Entrei na Bélgica com minha carteira de identidade portuguesa como residente legal e queria e quero ser Belga.E para eu ter minha nacionalidade Belga um dos requisitos que me garante a cidadania é 5 anos de contracto indeterminado.Posso com minha identidade Bélga,entrar e sair da Bélgica,trabalhar,mas não posso concorrer a emprego púlblico,não posso votar.Então,neste meio tempo,pensei em dessisti muitas vezes do trabalho,enviava vários CV e nao ia para entrevista ,pois minha voz interna me dizia,calma,respire e continue. Em novembro  próximo fará   5 anos,como eu esperei e sonhei chegar este dia,ufa!!!!!! 
Confesso que limpar casa não mata,eu tenho minhas clientes as mesmas desde o primeiro dia,adoráveis,que me respeitam muito,me dão muitos presentes,temos uma relação boa de confiança e amizade,inclusive tenho uma cliente que é Brasileira ,filha de Belga,que voces ja´devem ter visto muito nas minhas fotos, nós duas juntas. Quase todas minhas clientes tornaram-me minhas amigas.Também trabalho em uma escola,também com limpeza,mas eu não gosto,eu sou super organizada e exigente,apesar de não gostar,esforço-me o máximo para fazer sempre o meu melhor,com isto,acabei o meu corpo.Hoje tenho artrose,problema no ciático, problema na coluna,etc... e depois do acidente nunca mas fui a mesma,não tem um dia que estou 100 por cento.Nada se perde nesta vida,Uma coisa eu digo a voces,toda experiência é válida,nada se perde,tudo é aprendizado,creia.
Eu já consegui recuperar 60 por cento dos movimentos do braço,mas ainda tenho dores . Ainda não sei nada o que vai acontecer com meu futuro profissional,pelo menos até Janeiro não poderei voltar a minha atividade,graças a Deus.Como foi um acidente no caminho do trabalho,cá considera acidente de trabalho. Tenho todas despesas médicas pagas pelo plano,assim como o salário,claro que perco um pouco,mas estou em casa.Em Dezembro o,parking(o detran) vai decidi de quem foi a culpa,caso o senhor do carro seja o culpado,terei uma boa idenização,que a justiça seja feita.
 Com 6 meses de atestado, poderia perder o trabalho  e ir para o fundo desemprego,que não seria nada mal para mim,pois estando no fundo poderei estudar sem pagar nada,mas ainda preciso até Novembro, a patroa garante que não me demiti. Se o médico da pericia médica decidi que eu não possa mas voltar a minha atividade,o que espero,ficarei recebendo pelo plano de saúde e poderei fazer a formação que queira para mudar meu caminho profissional.E como nada é por acaso,eu já trabalhei cá como massagista terapeutica e quero seguir este caminho.Fazer uma formação de aromaterapia e estetica direcionado as massagens anti stres.Que Deus me ajude. Estes 6 meses me ensinaram muito,principalmente a ter paciência .










                      flores para voces,com carinho....

quarta-feira, 29 de Outubro de 2014

Férias de Outono










Ola pessoas...por cá férias escolar toda a semana. Chuva,muita chuva,10 graus. Eu e João em casa,estou também de férias do Francês e da yoga e ainda de lincença médica  sabe Deus até quando.Hoje faz seis meses  do meu acidente. Vou fazer um post explicando tudo para voces.Mas,falando de hoje,como já disse a voces,moro em uma vila super pequena em meio a plantaçõ e criação.Hoje veio passar o dia conosco o coleguinha de João e fomos passear. Estas imagens são no fundo do meu quintal(jardim),como já disse,eu só ultilizo metade do nosso jardim,tive que passar pela escola de João que fica ao nosso lado,pois no  fundo do nosso quintal (jardim)esta cheio de mato,intransitavel. As crianças queriam jogar a bolo e fomo para o campo de futebol. Desejo a todos uma otima continuação da semana,com carinho...

segunda-feira, 27 de Outubro de 2014

Feliz semana pessoas










Eu cá de longe,não me manifestei politicamente,até porque não poderia votar. Simplesmente observei. Fiquei triste em ver pessoas se agredindo no facebook por opiniões politicas diversas ,mas o que me deixou mas triste mesmo ,foi acordar e ver que tudo continua igual. Sinto muito pelo Brasil,por minha familia,por meus amigos . Gostaria que meu povo tivesse o minimo de respeito e direito como cidadão . Que  o básico como educação,saúde ,segurança e moradia não lhe fosse negado. Estou muito triste,mesmo de longe sofro em ver minha pátria amada,meu povo, sofrer tanto. Tinha esperança de mundanças.
A vida segue,precisa seguir,vamos ter fé e acreditar no Brasil melhor!!!!!!!!!

Ontém fiz uma mesa para o lanchinho das cinco em homenagem ao nosso Brasil.Meus pensamento estava na Tropicália. Marido  fez um franguinho para o almoço e sobrou. Eu aproveitei e  fiz um quiche  com recheio de  frango , azeitonas,baicon e champiom,ficou uma delicia. A  massa foi pronta,coloquei no fundo da massa queijo mussarela de búfalo em pedaços,depois fritei o baicon,joguei o frango desfiado,azeitonas e cogumelos,deixei esfriar  e joguei em cima da tarte.Bati 2 ovos,depois misturei uma caixinha de creme de leite,bati mas m pouco,joguei em cima do recheio,salpiquei queijo mussarela ralado e levei ao forno.Tarte de maças eu já postei  AQUI. Bolachas Belgas,tudo de bom,chocolate com laranja e de limão,mas estas peras de chocolate com licor  de peras e assim foi nosso lanchinho..com carinho....